Notícias

Prevenção e combate, Mobilização contra o Aedes aegypti e a microcefalia

Todos contra o Aedes aegypti

O combate e a prevenção ao mosquito Aedes aegypti, que transmite dengue, chikungunya e zika, podendo causar microcefalia em bebês, não pode parar. A alta capacidade de propagação do mosquito levou o Ministério da Saúde a estabelecer o Plano Nacional de Enfrentamento ao Aede s, reafirmado com a campanha nacional "Um simples mosquito pode marcar uma vida. Um simples gesto pode salvar". A intenção é fortalecer a mensagem de que é melhor eliminar o foco do mosquito do que sofrer as consequências da doença. É uma luta que precisa do envolvimento de todos os setores da sociedade.

A prevenção ao mosquito Aedes aegypti é a única forma de combate às doenças dengue, zika, Chikungunya e febre amarela.

De acordo com os dados apresentados no Boletim Epidemiológico da Secretaria de Vigilância em Saúde do Ministério da Saúde, foram registrados até meados do mês de março de 2019, 244.068 casos prováveis de dengue, chikungunya ou zika. Um aumento de 176% em relação ao ano de 2018, quando foram registrados para o mesmo período 88.296 casos prováveis das doenças.

Para ajudar na conscientização sobre o comb ate ao mosquito transmissor, o Ministério da Saúde disponibiliza materiais informativos que podem ser compartilhados nos portais e pelas redes sociais das empresas, de forma a atingir os públicos que precisam ser mobilizados em prol da campanha.

Acesse o portal especial do Governo sobre o tema

Confira o Boletim Epidemiológico nº 10

Postado por Garantia de Saúde

Há 0 comentário(s)

Deixe um comentário

Seu email não será divulgado